Qual o objetivo da categoria Redes de Atenção à Saúde e Gestão do Cuidado?

Identificar e debater sobre experiências de gestão do cuidado em saúde e organização dos fluxos de atenção nos diferentes municípios e regiões. Esta categoria inclui experiências relacionadas às organização das Redes de Atenção à Saúde (Rede de Urgência e Emergência, a Rede Cegonha, a Rede de Atenção Psicossocial, a Rede de Atenção às Pessoas com Deficiência, Rede de Atenção às Pessoas com Doenças Crônicas); à implantação de Linhas de Cuidado prioritárias; e à construção de Carteiras de Serviços (serviços prestados na rede).

No âmbito local, aqui também pretendemos conhecer mais sobre as múltiplas experiências de gestão do cuidado nos territórios, incluindo temas como o compartilhamento de responsabilidades entre a equipe (atribuições, competências, espaços de troca e desafios para o compartilhamento e coordenação do cuidado) e a utilização de instrumentos de referência para o apoio à tomada de decisão clínica (protocolos assistenciais e diretrizes terapêuticas). Neste sentido, buscamos reunir aqui também as ações de cuidado da equipe em áreas estratégicas relacionadas a condições de saúde prevalentes na comunidade, como saúde da criança, saúde bucal, saúde mental, atenção domiciliar, saúde do homem, saúde da mulher, saúde do idoso, doenças respiratórias, hipertensão, diabetes, obesidade, agravos nutricionais, prevenção e controle do câncer do colo de útero e mama, Práticas Integrativas e Complementares (PICs) e outras condições relevantes ou serviços ofertados para as populações atendidas.